Morreu D. Otília a “Espanhola”

9 Dez

É com imensa tristeza que deixo esta mensagem no metadesiguais mas é a única forma que encontro de não deixar passar em claro o desaparecimento da “minha avó de Viana” que me conquistou com sorrisos e boas estórias dos tempos de outrora da Viana antiga, dos militares, dos romeiros e do tempo da outra senhora. Tudo começava com dois beijinhos e depois disparava: “Então tudo bem meu menino? O que vai ser hoje?” Já lá vão 12 anos de convívio e não esquecerei nunca aquele brilho nos olhos e a alma de uma senhora que não sabia viver sem trabalhar pois se não precisasse de trabalhar não estaria ali…

Entre champarrião e traçadinhos, com tremoços e chouriça assada esta senhora tinha sempre uma pequena história e uma gargalhada. Hoje olhei aquela  placa à entrada “A Espanhola – Bons vinhos e Comida” enchi-me de coragem e entrei para me despedir desta amiga com flores e com a  certeza de que a casa dela era a nossa casa e que acima de tudo estaria sempre alguém de coração aberto para nos receber tal como aconteceu hoje na  despedida. Obrigado por tudo e até sempre…

“Faleceu esta noite a D. Otília, proprietária da “A Espanhola”, a mais antiga taberna do Centro Histórico de Viana do Castelo. Faleceu precisamente na taberna mais conhecida da cidade e que dirigiu durante cerca de seis décadas. Recentemente, aos 84 anos, a doença obrigou-a a fechar portas. Tanto a D. Otília, como esta taberna a antiga portuguesa vão deixar muitas saudades ás várias gerações que por lá passaram, isto para além de ser uma perda significativa para o património cultural da cidade, tal como refere Francisco Sampaio, que foi o presidente da extinta Região de Turismo do Alto Minho.

Uma placa em chapa anunciando “bons vinhos e comida” e um ramo de loureiro pendurado na parede eram algumas das imagens de marca da Espanhola. Para além de servir um “champarrião” único, a velha tasca do centro histórico de Viana deliciava os clientes com os seus petiscos, como o chouriço assado, as pataniscas, ou o bacalhau assado. Com mais de 150 anos, aquele estabelecimento, situado na Rua do Vilarinho, começou por se chamar “Venda do Católico”, mas mais tarde acabou por ficar conhecido como “A Espanhola”. Nas suas paredes foram muitas as mensagens de carinho deixadas à D. Otília, principalmente escritas por gerações de estudantes que sempre fizeram da antiga taberna o seu quartel-general”. A D. Otília, como carinhosamente era por todos conhecida, vai a enterrar esta quinta-feira, ás 15 horas, no Cemitério de Viana do Castelo.”

fonte: Rádio Geice

Anúncios

2 Respostas to “Morreu D. Otília a “Espanhola””

  1. André Duarte Dezembro 9, 2009 às 7:43 pm #

    Obrigado por partilhares esta triste informação…

    Descanse em paz essa figura histórica do pequeno grande recanto de Viana, descanse em paz essa grande senhora.

    Não exagero ao dizer que as noites de sábado não serão iguais, não minto quando digo que lamento não ter passado mais tempo a ouvir esta grande mulher. Paz à sua alma…

  2. Vitor Rodrigues Pereira Dezembro 11, 2009 às 4:30 pm #

    Espero vir um dia a ser para os meus netos o que tu foste para todos nós minha querida avó…
    Nunca te esquecerei…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: